SaúdeServiços

4 coisas que todos deveriam saber antes de ir ao dentista

Por mais que o indicado seja passar no dentista pelo menos uma vez por semestre, muitas pessoas acabam negligenciando isso, o que pode impactar diretamente na saúde bucal, assim como na saúde de outras áreas do corpo.

 

Sendo assim, é muito importante que você marque logo aquela próxima consulta, para que todos os cuidados sejam devidamente tomados. Além disso, é importante lembrar que cuidar da sua boca é muito mais do que uma questão estética.

 

Essa é uma questão também de manter a saúde emocional, pois ter os dentes alinhados e bonitos impactam diretamente no efeito que causa as pessoas e, dessa forma, na maneira que você se sente.

 

Por esse motivo, é muito importante que você cuide da sua saúde bucal, assim como da sua saúde emocional, garantindo uma melhor qualidade de vida e bem-estar.

  1. Não precisa ter vergonha

Quantas vezes você já viu pessoas dizendo que não querem marcar consulta com um dentista por conta da vergonha que sente da própria boca?

 

A primeira coisa que você deve saber é que o profissional da área da saúde odontológica não apenas está acostumado a todos os cenários possíveis, como também estudou para isso e está preparado para te ajudar da melhor maneira possível.

 

Além disso, o dentista está preparado para lidar com todos os tipos de diferenças socioeconômicas do paciente. Isso significa que ele entende que não foram todas as pessoas que tiveram as informações sobre a importância da higiene bucal, assim como os meio para colocá-las em ação.

 

Dessa forma, o dentista entende que pode encontrar pacientes com os mais diversos tipos de doenças ou problemas. Nesse cenário, o papel dele é exatamente te auxiliar para que esse quadro se reverta, garantindo uma melhor qualidade de vida ao paciente.

 

Sendo assim, é muito importante que você não tenha vergonha de ir ao dentista na clínica odontológica, principalmente porque isso pode agravar o quadro da sua saúde bucal.

  1. Não precisa mentir

Muitas vezes, durante uma consulta de avaliativa ao dentista, ele faz perguntas sobre como anda a sua saúde bucal, quais são os seus hábitos com a higienização bucal, assim como seus cuidados e alimentação.

 

O dentista do plano odontológico, assim como qualquer outro, está preparado para ouvir qualquer resposta e a verdade é que não adianta mentir para ele, pois ele vai descobrir no momento em que olhar para a sua boca e os seus dentes.

 

Se ele te pergunta qual foi a última vez que passou em um dentista e você responder que faz seis meses, mas ao avaliar a sua boca, pode perceber um acúmulo de placa bacteriana ou até mesmo de tártaro que não deveria estar ali.

 

O importante é pensar que o objetivo dessas perguntas do dentista não é te deixar constrangido ou até mesmo julgar os seus hábitos de limpeza. 

 

Pelo contrário, ele pergunta para entender mais sobre os seus cuidados e quais são as melhores maneiras que ele pode te ajudar, assim como quais tratamentos e procedimentos pode realizar.

  1. Procure um profissional de confiança

Muitas pessoas passam anos sem ir ao dentista por ainda não ter encontrado um que seja de sua confiança. Essa, inclusive, é uma das melhores dicas para aqueles que são traumatizados com a odontologia.

 

Pedir indicações para familiares e conhecidos é uma das maneiras mais eficientes de procurar ajuda profissional, principalmente quando você confia na pessoa. Dessa forma, a sua indicação já vai fazer com que você vá ao dentista mais tranquilo e livre de preocupações a respeito de sua qualidade como profissional.

 

Além disso, é possível procurar um dentista através de estratégias de marketing digital na odontologia, garantindo que seja atendido por profissionais qualificados, além de ter um bom atendimento e uma consulta bem-sucedida.

  1. Faça a higiene bucal

Muitas pessoas acabam esquecendo de realizar a higiene bucal logo antes de ir ao dentista. Isso é importante não apenas para retirar os restos de alimentos que ficam nos dentes e entre eles, mas também para que o dentista consiga examinar a boca da melhor maneira possível.

 

Entretanto, é importante lembrar que a escovação não deve ser feita apenas antes de ir ao dentista. É essencial que ela seja feita todos os dias, pelo menos três vezes, logo após as refeições, assim como passar o fio dental diariamente.

 

Além disso, caso você tenha alguma dúvida sobre qual é a maneira mais eficiente de realizar a escovação, é nesse momento que você tem que perguntar. O dentista não está ali apenas para avaliar a condição da sua boca, mas também para tirar as suas dúvidas.

 

Por esse motivo, da próxima vez que você for ao dentista, mostre a ele como você realiza a escovação diária e certifique-se de que essa é a maneira indicada. Caso não seja, pergunte em quais sentidos você pode melhorar, assim como quais são os produtos indicados para você.

 

Dessa forma, é possível garantir que a sua escovação seja ainda mais eficiente, prevenindo diversas doenças, assim como dando uma melhor qualidade de vida para você.

 

Letícia Deperon

Growth Marketing | Vue Odonto 
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Fechar