ComunicaçãoServiços

Mentoria a quatro mãos

Além de mostrar novos caminhos na carreira, mentor pode ajudar a crescer na profissão

 

Fortalecer negócios e laços de sucesso. Nesse caminho, a professora convidada da Fundação Getúlio Vargas Maria Candida Torres – referência em empreendedorismo, gestão empresarial e carreira -, mostra, na prática, que um bom mentor pode ajudar até a formar futuros colegas da profissão.

Um exemplo é Marcele Porto, que após concluir Administração com MBA em Controladoria e Auditoria em Finanças na FGV, hoje dá aula de empreendedorismo na instituição. E acabou de iniciar o mestrado em Turismo na UFF.  Antes disso, porém, Marcele experimentou uma carreira difícil como empresária e uma das donas de um hostel em Santa Teresa, no Rio. Foi incentivada a voltar aos estudos por sua mentora, a professora Maria Candida.

“Devemos mostrar que é sempre possível traçar novas metas produtivas e viáveis. E abrir oportunidades, indicando algo relacionado à sua vocação”, diz Maria, que tem dez livros publicados no Brasil e em Portugal sobre gestão e administração estratégica para negócios.

O projeto do hostel ganhou vida em 2013 impulsionado pela Copa do Mundo e pelas Olimpíadas. Marcele se juntou a quatro amigos, que queriam oferecer algo inovador além de hospedagem e criaram o Beers Five Hostel House, o primeiro hostel temático de cerveja da cidade.

O negócio teve sucesso nos primeiros quatro anos, rendendo o Prêmio Citi Jovem Microempreendedor para Marcele.  Mas ela precisou enfrentar o desafio de fechar o hostel quando o proprietário do imóvel que alugava resolveu vender o local.  “Depois da Copa do Mundo e das Olimpíadas, o mercado carioca se retraiu. Houve oferta muito maior de leitos e preços baixos graças a inovações tecnológicas como o Airbnb”, observa Marcele.

Ela e Maria Candida se conheceram durante uma palestra de capacitação na Rede Mulher Empreendedora. “Maria tem sido primordial na minha transição de carreira de empreendedora para professora. Estou gostando bastante dessa nova fase”, destaca Marcele. As duas professoras da FGV, aliás, também já atuaram como mentoras no projeto Constelar do Instituto Pró-Saber, que incentivou o empreendedorismo entre mulheres de comunidades no Rio.

Marcele atualmente também trabalha com mentoria, consultoria e treinamento. E lançou o livro “Alma feminina no negócio”, onde ilustra a metodologia de gestão para pequenos negócios, contando sua história.  Ela representou, recentemente, o Brasil no Global Youth Entrepreneurship Summit 2019, evento sobre empreendedorismo jovem realizado em Cartagena, Colômbia. A participação foi fruto de uma parceria com um projeto desenvolvido com a ONG Aliança Empreendedora, de Curitiba, Paraná.

Sobre Maria Torres – Atua em consultoria para empresas na área de gestão, processos e pessoas há mais de 20 anos. Com participação no TEDx speaker, recentemente, na palestra “A Transformação pela Educação”. É professora convidada da Fundação Getúlio Vargas (FGV) nas disciplinas sobre gestão estratégica, plano de negócios, empreendedorismo e jogos de negócios. Recebeu nove vezes o Prêmio de Melhor Professora de Estratégia da FGV no Brasil.  Possui 10 livros lançados no Brasil e em Portugal sobre gestão e administração estratégica para negócios.

 

image.png

Aura Pinheiro

aura@auracom.com.br

Auracom Assessoria de Comunicação

21 2621-8284 / 21 98778-1316

www.auracom.com.br

www.facebook.com/AuracomAssessoria

Mostrar mais

Artigos relacionados

Fechar