AgronegócioDestaquesEconomia

Membros do Fórum de Commodities Agrícolas se comprometem a promover uma estrutura em comum que apoia cadeias de suprimento de soja transparentes e rastreáveis no Brasil

Os membros do Fórum de Commodities Agrícolas (SCF), uma plataforma com as principais empresas de commodities agrícolas, organizado pelo Conselho Empresarial Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (WBCSD), se comprometeram em promover uma estrutura comum para comunicar e monitorar o progresso em cadeias de suprimento de soja transparentes e rastreáveis na região do Cerrado brasileiro.

A região do Cerrado no Brasil desempenha um papel significativo no mundo todo tanto com relação às pessoas quanto à natureza, incluindo a mitigação das alterações climáticas, biodiversidade, sistemas de água potável e como motor econômico para comunidades locais como uma região produtiva para commodities agrícolas exportadas. Contudo, a extensão e o ritmo de perda da vegetação nativa resultante da expansão de gado e soja no Cerrado representam uma ameaça significativa a esses valores sociais, ambientais e econômicos.

Ian McIntosh, CEO da Louis Dreyfus Company (LDC), um dos membros fundadores do SCF, afirma: “Buscamos continuamente enfrentar o desafio de alimentar a crescente população mundial de maneira sustentável. Isso significa ter o cuidado de preservar o meio ambiente, inclusive em áreas de importância para sua biodiversidade. O Cerrado brasileiro é uma dessas áreas em que cada esforço deve ser realizado para garantir que a expansão agrícola ocorra de mãos dadas com a preservação da vegetação nativa. O Fórum de Commodities Agrícolas nos permite estabelecer metas comuns de sustentabilidade com nossos parceiros, e relatórios mútuos de nosso progresso, como uma das formas de garantir uma criação de valor justa e sustentável.”

Além da LDC, a SCF é constiuída pelos membros fundadores Archer Daniels Midland (ADM), Bunge e Cargill. O SFC se expandiu para incluir a COFCO International e a Glencore Agriculture.

Os membros do SCF reconhecem esses riscos e compromete-se a apoiar a transparência e rastreabilidade das cadeias de suprimento de soja no Brasil. Cada empresa membro emitirá relatórios com atualizações do progresso a cada seis meses. Além disso, as empresas membros do SCF participam dos processos do Grupo de Trabalho do Cerrado, também conhecido como GTC, para desenvolver definições em comum aprovadas, incentivos financeiros adequados e definir as ações a serem tomadas. O GTC foi criado por uma coligação de vários stakeholders para desenvolver termos de acordo entre produtores, o setor, organizações de consumidores e a sociedade civil, bem como um plano de ação para erradicar o deflorestamento e conversão da vegetação nativa do Cerrado brasileiro.

A partir dos dados da safra de 2018, as empresas-membro do SCF reportarão individualmente o percentual de soja de cada fonte no Cerrado a partir do volume total brasileiro. Juntos, os membros do SCF acompanharão de perto os municípios com maior risco de conversão da vegetação nativa em soja, com base nas informações do GTC. O fornecimento nesses municípios será relatado em percentuais de compra direta de agricultores e compra indireta de partes como agregadores, cooperativas e terceiros. O primeiro relatório será divulgado em junho de 2019. O processo será apoiado pelo Proforest, um grupo sem fins lucrativos que apóia empresas, governos e outras organizações a implementar seus compromissos com a produção responsável e fornecimento de commodities agrícolas e produtos florestais.

Um relatório subsequente fornecerá informações sobre ações específicas a serem tomadas para melhorar o envolvimento direto de produtores rurais para abordar os riscos nos municípios.

“A Cargill tem orgulho de unir-se a outros líderes do setor para apoiar ações que ajudam os produtores rurais brasileiros a proteger as florestas, preservar os recursos naturais e manter seu meio de subsistência”, afirma David MacLennan, Presidente e CEO da Cargill. “O anúncio de hoje reúne o setor acerca de objetivos comuns e responsabilização para garantir o progresso contínuo com relação a nossos compromissos de sustentabilidade.”

“Para a ADM, as práticas sustentáveis e o foco na responsabilidade ambiental são essenciais para o trabalho que fazemos todos os dias”, afirma o Presidente e CEO da ADM Juan Luciano. “Desde que assumimos nosso compromisso com o desmatamento pela primeira vez em 2015, fizemos um progresso significativo na obtenção de transparência em nossas próprias cadeias de fornecimento e no trabalho com nossos parceiros do setor para que todos nós progredíssemos nessas importantes metas. A estrutura e os padrões que definimos como parte do Soft Commodities Forum é um passo crítico em nossos esforços coletivos para preservar e proteger o meio ambiente e as pessoas no Cerrado brasileiro”.

“A transparência e os dados melhoram a confiança e facilitam a solução de problemas. O compromisso de hoje vai gerar mais de ambos”, disse Greg Heckman, CEO da Bunge Limited. “É um passo importante dos líderes do setor que ajudará a otimizar a sustentabilidade agrícola em uma região vital”.

Johnny Chi, Presidente da COFCO International, afirma: “Esta iniciativa é um grande exemplo de ação colaborativa urgentemente necessária para proteger a produção futura de alimentos e agrícola ao mesmo tempo em que garante a conservação ambiental. A COFCO International continuará envolvendo diversos grupos de stakeholders em importantes fóruns, como o Fórum de Commodities Agrícolas e o Grupo de Trabalho do Cerrado, para atingir esse objetivo comum.”

Diane Holdorf, Diretora Administrativa de Alimentos e Natureza no WBCSD, afirma: “O SCF facilita pela primeira vez o trabalho conjunto de líderes globais de comerciantes de commodities em um projeto pré-concorrencial para abordar os riscos de sustentabilidade enfrentados por todos, mas que nenhuma empresa pode resolver sozinha. Uma colaboração sem precedentes como essa, juntamente com outros stakeholders, é necessária para abordar esses desafios complexos do sistema alimentar.

Sobre o SCF
O Fórum de Commodities Agrícolas (SCF) é uma plataforma para as principais empresas de commodities agrícolas organizado pelo Conselho Empresarial Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (WBCSD), com o objetivo de promover ações coletivas em torno de desafios comuns de sustentabilidade. O SCF é composto pelas empresas membro do WBCSD que partilham a mesma visão de garantir cadeias de suprimento agrícola sustentáveis e trabalhar em parceria com governos, produtores, consumidores e sociedade civil para criar um sistema alimentar mais seguro e sustentável.

Os membros do SCF consistem dos membros fundadores Archer Daniels Midland, Bunge, Cargill e Louis Dreyfus Company (LDC). A adesão ao SFC tem se expandido para incluir a COFCO International e a Glencore Agriculture. Espera-se que outros membros do WBCSD participem do SCF conforme seus trabalhos sejam ampliados.

http://www.wbcsd.org/Programs/Food-Land-Water/Food-Land-Use/Soft-Commodities-Forum

Sobre a ADM
Por mais de um século, as pessoas da Archer Daniels Midland Company (NYSE: ADM) transformaram as colheitas em produtos que atendem às necessidades vitais de um mundo em crescimento. No final de 2018, éramos um dos maiores fornecedores de processadores agrícolas e ingredientes alimentícios do mundo, com aproximadamente 32.000 funcionários atendendo clientes em mais de 170 países. Com uma cadeia de valor global que inclui aproximadamente 450 locais de aquisição de produtos agrícolas, 270 fábricas de alimentos e ingredientes alimentícios, 46 centros de inovação e a principal rede de transporte agrícola do mundo, conectamos a colheita à casa, fabricando produtos para alimentos, ração animal, industrial e usos de energia. Saiba mais em www.adm.com

Contato para imprensa: Jackie Anderson, Jackie.Anderson@adm.com

Sobre a Bunge

A Bunge Limited (www.bunge.com, NYSE: BG) é uma empresa global líder em agronegócios e alimentos operando em mais de 40 países com aproximadamente 32.000 funcionários. A Bunge compra, vende, armazena e transporta sementes oleaginosas e grãos para atender clientes em todo o mundo; processa oleaginosas para fazer farinha de proteína para ração animal e produtos comestíveis comestíveis para clientes comerciais e consumidores; produz açúcar e etanol de cana-de-açúcar; moinhos de trigo, milho e arroz para fazer ingredientes utilizados por empresas de alimentos; e vende fertilizante na América do Sul. Fundada em 1818, a empresa está sediada em White Plains, New Yorque.

Contato para imprensa: news@bunge.com

Sobre a Cargill

Os 155 mil funcionários da Cargill em 70 países trabalham incansavelmente para atingir nosso objetivo de nutrir o mundo de maneira segura, responsável e sustentável. Todos os dias, conectamos agricultores com mercados, clientes com ingredientes e pessoas e animais com os alimentos que precisam para prosperar.
Combinamos 153 anos de experiência com novas tecnologias e insights para servir como um parceiro confiável para clientes de alimentos, agricultura, financeiro e industrial em mais de 125 países. Lado a lado, estamos construindo um futuro mais forte e sustentável para a agricultura. Para mais informações, visite a Cargill.com e o nosso News Center.

Contato para imprensa: April Nelson, media@cargill.com

Sobre a COFCO International

Com 12.000 pessoas em 35 países, a COFCO International é a plataforma de negócios de agricultura no exterior para a COFCO Corporation, a maior empresa de alimentos e agricultura da China. A COFCO International está focada em ser líder mundial em grãos, oleaginosas e cadeias de fornecimento de açúcar, com ativos nas Américas, Europa e Ásia-Pacífico. A empresa comercializa com mais de 50 países, proporcionando aos agricultores um acesso direto único ao crescente mercado chinês. Em 2017, a COFCO International movimentou mais de 100 milhões de toneladas de commodities relacionadas, com receita de US $ 34 bilhões. A empresa está acelerando seu crescimento para criar uma cadeia global de fornecimento agrícola integrada de classe mundial, ancorada na China e competindo globalmente. Para mais, visite www.cofcointernational.com

Contato para imprensa: Allan Virtanen, press@cofcointernational.com

Sobre a Glencore Agriculture

A Glencore Agriculture é líder global no fornecimento, manuseio, processamento e comercialização de commodities e produtos agrícolas. Com operações em mais de 35 países e mais de 13.000 funcionários, criamos valor para os produtores na origem e clientes no destino. Utilizando nossa rede de instalações de armazenamento, plantas de processamento e ativos de transporte, processamos, gerenciamos e fornecemos produtos e produtos desde a fazenda até nossos clientes ao redor do mundo, incluindo processadores de alimentos, ração animal e produtos de consumo, importadores e distribuidores locais e governos. Através de nossa visão do setor, fortes relacionamentos e rede de ativos, nos concentramos na sustentabilidade, segurança, qualidade e confiabilidade de tudo o que fazemos.

Contato para imprensa: contact.agriculture@glencore.com

Sobre a Louis Dreyfus Company

A Louis Dreyfus Company é um dos principais comerciantes e processadores de produtos agrícolas. Aproveitamos nosso alcance global e nossa extensa rede de ativos para atender nossos clientes em todo o mundo, entregando os produtos certos no local certo, no momento certo, com segurança, responsabilidade e confiabilidade. Nossas atividades abrangem toda a cadeia de valor, de fazenda a mesa, em uma ampla variedade de linhas de negócios (plataformas). Desde 1851, nosso portfólio cresceu para incluir sementes oleaginosas, grãos, fretes, mercados globais, café, algodão, açúcar, arroz, laticínios e sucos. Ajudamos a alimentar e vestir cerca de 500 milhões de pessoas todos os anos, originando, processando e transportando aproximadamente 81 milhões de toneladas de produtos. Estruturada como uma organização matricial de 6 regiões geográficas e 10 plataformas, a Louis Dreyfus Company atua em mais de 100 países e emprega aproximadamente 17 mil pessoas em todo o mundo. E para mais informações, visite www.ldc.com siga-nos no Twitter e LinkedIn.

Sobre o WBCSD

O WBCSD é uma organização global liderada por CEOs de mais de 200 empresas líderes trabalhando em conjunto para acelerar a transição para um mundo sustentável. Ajudamos a tornar nossas empresas membros mais bem-sucedidas e sustentáveis focando no impacto máximo positivo para os acionistas, o meio ambiente e as sociedades.
Nossas empresas membros vêm de todos os setores empresariais e de todas as maiores economias, representando uma receita combinada de mais de US$ 8,5 trilhões e 19 milhões de colaboradores. Nossa rede global de quase 70 conselhos empresariais nacionais oferece a nossos membros um alcance sem precedentes em todo o mundo. O WBCSD está especialmente posicionado para trabalhar com as empresas membros em conjunto e através de cadeias de valor para oferecer soluções empresariais impactantes às questões de sustentabilidade mais desafiadoras.
Juntos, somos a principal voz do mercado em termos de sustentabilidade: unidos por nossa visão de um mundo onde as mais de 9 bilhões de pessoas vivam bem e dentro dos limites de nosso planeta, até 2050.
www.wbcsd.org
Siga-nos no Twitter e LinkedIn

Contato para imprensa: media@wbcsd.org

imprensa@cargill.com

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo