AgronegócioTecnologia

Indigo, líder em tecnologia do agro, é eleita a empresa mais inovadora do mundo

– União de tecnologias digitais e microorganismos fez empresa ser considerada a mais inovadora no ranking da CNBC
– Empresa chegou ao Brasil este ano com proposta de transformar a cadeia de valor da agricultura

A Indigo, startup de tecnologia do agro que começou a operar no Brasil este ano, foi eleita pelo ranking Disruptor 50, da rede americana CNBC, como a empresa mais inovadora do mundo. É a primeira vez que uma empresa do setor conquista esse prêmio, ultrapassando candidatas da indústria, da informática e do setor de serviços. “É a hora da agricultura”, comemorou o CEO e Presidente da Indigo, David Perry. “Em 2013, quando o prêmio foi criado, agricultura não era sequer um setor que entrava na lista. Hoje, a agricultura mostra que pode ter soluções para os grandes desafios globais”.

Fundada em Boston em 2016, a Indigo une inteligência artificial, big data, satélites e tecnologia de microorganismos para criar inovações em toda a cadeia do agronegócio. O objetivo, explica Perry, é reconstruir toda a cadeia de produção da agricultura, devolvendo a rentabilidade para o produtor rural, aumentando a sustentabilidade no campo e dando aos consumidores acesso a alimentos mais saudáveis. Considerada um “unicórnio” – termo que identifica startups avaliadas em mais de 1 Bilhão de Dólares – a Indigo foi avaliada pelo Wall Street Journal em 3,5 Bilhões de Dólares. Além do Brasil e dos Estados Unidos, a empresa também opera na Argentina, na Austrália e na Europa.

No Brasil ela chegou trazendo Indigo Soja, uma semente pronta tratada com microorganismos benéficos, selecionados em um banco genético de mais de 70 mil cepas. Esses microorganismos aumentam a saúde e a resiliência das plantas, elevando a produtividade e reduzindo a necessidade de outros recursos, como defensivos e fertilizantes. As plantas crescem com raízes mais profundas e folhagem mais robusta, resistindo mais a problemas como seca e pragas. O tratamento é customizado para produzir o melhor resultado no clima brasileiro. A cada ano, em função dos testes de campo, pesquisas em laboratório e simulações feitas com inteligência artificial, o tratamento ganha uma versão mais avançada.

Para facilitar o acesso dos agricultores a sua tecnologia, a Indigo também desenvolveu soluções inovadoras. A primeira é um sistema digital de barter, ágil e fácil, para a compra das sementes pelo agricultor. Batizado de Indigo AgFinance, ele torna o processo de contratação mais moderno, sem burocracia. A análise de crédito, por exemplo, é feita no mesmo dia. A inovação, criada no Brasil, será em breve exportada para outros países. Outra solução é o Desafio Indigo, oferecido para os agricultores que só acreditam vendo os resultados. O agricultor compra Indigo Soja e planta ao lado de outro lote do mesmo tamanho, com semente padrão fazenda. Um auditor externo independente é contratado para verificar os resultados. Se, na colheita, o resultado do Indigo Soja não for superior, o agricultor não paga o valor do tratamento. Se o resultado for maior, paga apenas metade do que for ganho em produtividade. É a maneira que a Indigo encontrou de mostrar que confia em suas soluções, as mesmas que a levaram ao primeiro lugar no ranking da CNBC.

Para saber mais informações sobre a Indigo e suas soluções, entre em contato: bit.ly/DesafioIndigo

 

Ernesto Bernardes

Informações para Imprensacontato@opus1060.com.br

www.opus1060.com.br

Mostrar mais

Artigos relacionados

Fechar